Berlim no cinema


Fotos: divulgação

Por Fran Mateus 

Durante o Século XX, Berlim, a bela e vibrante capital da Alemanha, foi palco de acontecimentos que marcaram, de forma triste, a história da humanidade: a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria, retratadas nos filmes A Queda! As Últimas Horas de Hitler (2004) e Adeus, Lênin (2003). Felizmente, nos últimos anos, essa metrópole fantástica se reinventou e se transformou num importante pólo da indústria cinematográfica, atraindo produções midiáticas, como A Supremacia Bourne (2004), O Agente da U.N.C.L.E (2015) e Capitão América: Guerra Civil (2016)Se você estiver planejando viajar para lá e quiser saber sobre alguns dos seus pontos turísticos que foram transformados em locações para esses e outros títulos, confira a lista a seguir.


O Agente da U.N.C.L.E, Solo (Henry Cavill) entra na Alemanha Oriental pelo Checkpoint Charlie.
Fotos: divulgação

🎥 Muro de Berlim: da época em que foi personagem involuntária da Guerra Fria, Berlim herdou muitos dos seus lugares de apelo turísticos ligados a esse acontecimento. O mais representativo deles é essa barreira, feita para ser a divisão entre a Alemanha Oriental e a Alemanha Ocidental. Uma das partes preservadas desse marco histórico foi usado para hospedar a East Side Gallery, um mural a céu aberto com pinturas que refletem críticas sociais e políticas (Mühlenstrasse 1). Outros lugares relacionados ao conflito que quase resultou na Terceira Guerra Mundial são Checkpoint Charlie (Friedrichstrasse 43-45) e o Topographie des Terrors (Niederkirchnerstrasse, 8). Antes de visitá-los, assista Adeus, LêninA Queda! As Últimas Horas de Hitler e O Agente da U.N.C.L.E.

🎥 Próximo do East Side Gallery fica uma das locações mais lembradas pelos fãs de Corra, Lola, Corra (1998): a Ponte Oberbaumbrücke, localizada sobre o Rio Spree e por onde Lola (Franka Potente) passa correndo, numa das três tentativas de salvar a pele do namorado encrencado.

🎥 Para ver a arquitetura da Berlim Oriental, faça uma caminhada pela Karl-Marx-Allee e confira os prédios alemães de estilos similares aos existentes na antiga União Soviética (atual Rússia). Filmes para acompanhar o passeio: Adeus, Lênin Asas do Desejo.



🎥 Coluna da Vitória: esse monumento data de 1873 e foi construído em comemoração pela vitória da Prússia sobre a Dinamarca. Do alto ou do solo, a coluna aparece em quase todos os filmes que mostram a cidade em cena. No elogiado Asas do Desejo (1987), de Wim Wenders, o angelical Damiel (Bruno Ganz) costumava ficar sentado no topo da coluna, ao lado da escultura dourada de um anjo, observando o movimento dos cidadãos em terra.

🎥 Kurfürstendamm: numa loja de luxo dessa rua comercial e sofisticada, Gaby (Alicia Vikander) faz compras sob a supervisão dos dois "agentes da U.N.C.L.E.", Solo (Henry Cavill) e Illya (Armie Hammer). Em A Supremacia Bourne, é aqui onde fica o fictício Hotel Brecker (ambientado no Haus Cumberland, um prédio histórico, datado de 1911 e localizado no número 194), onde Jason Bourne (Matt Damon) vai procurar respostas sobre seu passado esquecido. Vale a pena gastar algum tempo admirando as vitrines e se deliciando nas lojas de chocolates.

🎥 Potsdamer Platz: endereço de hotéis de luxo e do Sony Center, um centro de entretenimento e palco de espetáculos teatrais. Filmes como Asas do DesejoAprendendo a Amar e A Supremacia Bourne escolheram a área para exibir parte das suas histórias. Se você é cinéfilo, vai gostar de visitar o FilmmuseumBerlin, a cinemateca alemã, que fica pertinho dali, na Potsdamer Strasse, 2.


🎥 Alexanderplatz: nessa praça movimentada estão o Relógio Mundial, o prédio da torre de tv, Fernsehturm Berlin, e um complexo comercial onde se encontra desde carnes e produtos alimentares até roupas e produtos para o lar. Alguns filmes em que o espaço aparece são Adeus, LêninAprendendo a Mentir (2003),  Edukators (2004) e A Supremacia Bourne, o título que me fez querer conhecer o lugar. Nele, Bourne marca um encontro com Nicky Parsons (Julia Stiles) e a interroga sobre o motivo para Pamela Landy (Joan Allen) persegui-lo.

🎥 Portão de Brandemburgo: um dos pontos turísticos mais procurados pelos visitantes, esse portão ficava, na época da Guerra Fria, dentro da área Oriental. Hoje, ele é o palco das celebrações populares, que incluem desde campeonatos esportivos até festas de passagens de ano. Uma dica para vê-lo na tela é assistir ao clássico Cupido Não Tem Bandeira (1961), de Billy Wilder, diretor de origem austríaca, que vivia em Los Angeles.

🎥 

Assine a nossa newsletter enviando o seu e-mail para  faleconosco@cinetourproject.com.

🎥 

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"