A Trilha dos Apalaches em "Uma Caminhada na Floresta"

No dia da celebração da Trilha dos Apalaches, uma boa ideia é ver (ou rever) o filme "Uma Caminhada na Floresta" (2015, direção de Ken Kwapis), inspirado numa história do escritor Bill Bryson e com Robert Redford, Nick Nolte, Emma Thompson e Mary Steenburgen no elenco.

Fotos: divulgação


O filme e a trilha

Em Uma Caminhada na Floresta, Bill Bryson (Robert Redford), famoso escritor de literatura de viagem, decide fazer a Trilha dos Apalaches, de cerca de 3.500 km de extensão, antes de se aposentar¹ dos livros. Acontece que, como ele já não é mais tão jovem, a sua preocupada esposa, Catherine Bryson (Emma Thompson), avisa que só concordará com "aquela loucura" se alguém for com ele. O único ser humano que topa fazer parte da aventura é Stephen Katz (Nick Nolte), um amigo de Bryson dos tempos de juventude, em Iowa, que não só se envolveu com bebida como está bem acima do peso para quem pretende desbravar a trilha mais longa do mundo, pelo meio da mata da Costa Leste americana.

Com tudo organizado, os homens pegam um avião de New Hampshire, onde o casal Bryson mora, até a Geórgia, onde fica a Montanha Springer, início da trilha. Lá, eles se equipam e seguem, decididos (pelo menos, Bryson está decidido), rumo ao Monte Katahdin, no Estado do Maine, quase na fronteira com o Canadá (dê uma olhada no mapa, abaixo, para ter uma ideia do desafio). O que os dois atípicos caminhantes não tinham ideia, quando começaram a jornada floresta adentro, era que além de belas paisagens e momentos de reflexão, muitas situações inusitadas e hilárias aguardavam por eles (que, no livro de Bryson, ficam ainda muito mais divertidas). Quando retornou para casa, Bryson escreveu sobre essa aventura e a intitulou A Walk in the Woods (1995).

Uma Caminhada na Floresta é um daqueles filmes imperdíveis para os apaixonados por cinema que adoram viajar e dar umas boas gargalhadas.



O escritor e suas obras

Bill Bryson é um dos escritores norte-americanos mais famosos do universo da literatura de viagem. Com seu estilo carregado de sátira, ele conquistou fãs em todas as partes do mundo, incluindo Robert Redford, que comprou os direitos para adaptar A Walk in the Woods para o cinema. Bryson se radicou na Inglaterra e, lá, fez muito sucesso com o seu hilário Notes From a Small Island (1995), sobre uma viagem que ele realizou pela Grã-Bretanha, usando trens e ônibus, para marcar o final de duas décadas morando na terra da rainha Elizabeth II e o seu retorno para os Estados Unidos. Isso aconteceu em 1995. Oito anos depois, em 2003, os Brysons retornaram à amada Inglaterra, onde continuam morando até hoje.


¹ Para a felicidade dos fãs de Bryson (eu, inclusive), ele não se aposentou e continua escrevendo tanto sobre viagens como sobre outros assuntos mais complexos (como o universo, as estrelas, as palavras inglesas, etc.). Confira, no link abaixo, a bibliografia completa dele. Uma coisa é certa: se você ler pelo menos uma narrativa de viagem dele, as chances de você chorar de tanto rir são altas!


Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"