Nova York de Woody Allen: "Dirigindo no Escuro" (2002)


"Aqui, eu sou um vagabundo. Mas lá, eu sou um gênio. Graças a Deus que os franceses existem." (Val)
Val (Woody Allen) e Ellie (Téa Leoni) em Dirigindo no Escuro.Foto: divulgação

O diretor de cinema, Val (Woody Allen), passa por maus bocados até ter o seu nome considerado para assumir a direção de A Cidade que Nunca Dorme, uma oportunidade única para a sua estagnada carreira. No entanto, um dia antes de começarem as filmagens, a ansiedade o deixa fisicamente cego e sem saber o que fazer: contar para os produtores do filme o que aconteceu ou usar alguns subterfúgios para filmar esse que parece ser o grande projeto da sua vida profissional? Pelo título em português, Dirigindo no Escuro (Hollywood Ending, 2002), fica claro que ele optou pela 2ª alternativa.

Na primeira vez que vai ao Plaza Hotel, para encontrar-se com o produtor do filme A Cidade que Nunca Dorme, Val passa por esse belo hall, decorado com um candelabro espetacular. 

Parte desse filme foi rodada em locações externas; a outra parte, nos estúdios Kaufman Astoria. No primeiro grupo estão o Plaza Hotel (foto), o Bemelmans Bar, o Balthazar Restaurant e o Central Park, todos visitados para o guia Nova York de Woody Allen. Confira.

 

Sobre os estúdios do Queens, esse filme de Woody Allen oferece uma ótima oportunidade para conhecermos as suas instalações por dentro, visto que o Kaufman Astoria é fechado ao público.

Veja também:

Nova York de Woody Allen: Manhattan

Nova York de Woody Allen: Um Misterioso Assassinato em Manhattan

Nova York de Woody Allen: Tiros na Broadway



CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"