A viagem de cinema de Guto e Rogério por Dubai & Abu Dhabi

Texto e fotos de Rogério Velista e Guto Condi



Dubai (em árabe: دبيّ, Dubayy) é a maior cidade e emirado de mesmo nome dos Emirados Árabes Unidos (uma federação de monarquias absolutas hereditárias árabes). O Emirado de Dubai está localizado na costa do Golfo Pérsico, sendo um dos sete emirados que compõem o país. Dubai é o emirado mais populoso entre os sete emirados, com aproximadamente 2.262.000 habitantes. Está localizada ao longo da costa sul do Golfo Pérsico na Península Arábica na Ásia. O município muitas vezes é chamado de Cidade de Dubai para diferenciá-lo do emirado homônimo. A cidade é conhecida mundialmente por ser extremamente desenvolvida e por seus enormes arranha-céus e largas avenidas.


Existem registros da existência da cidade pelo menos 150 anos antes da formação dos EAU. Dubai divide funções jurídicas, políticas, militares e econômicas com os outros emirados, embora cada emirado tenha jurisdição sobre algumas funções, tais como a aplicação da lei civil e fornecimento e manutenção de instalações locais. Dubai tem a maior população e é o segundo maior emirado por área, depois de Abu Dhabi. Dubai e Abu Dhabi são os únicos emirados que possuem poder de veto sobre questões de importância nacional na legislatura do país. Dubai tem sido governado pela dinastia Al Maktoum desde 1833. O atual governante de Dubai, Mohammed bin Rashid Al Maktoum, é também o Primeiro-Ministro e Vice Presidente dos Emirados Árabes Unidos.

Geografia
Dubai está situada na costa do Golfo Pérsico, nos Emirados Árabes Unidos e está praticamente ao nível do mar (16 metros acima). O emirado de Dubai divide suas fronteiras com Abu Dhabi, ao sul, Sharjah, ao nordeste e com o Sultanato de Omã ao sudeste. Hatta, um enclave menor do emirado, é cercado em três lados por Omã e pelos Emirados de Ajman (ao oeste) e Ras Al Khaimah (ao norte). Dubai está posicionada a 25° 26 N 55° 30 e ocupa uma área de 4.114 quilômetros quadrados.

Dubai situa-se dentro do deserto da Arábia. No entanto, a topografia de Dubai é, significativamente, diferente da topografia encontrada na porção sul dos EAU, visto que grande parte da paisagem de Dubai é destacada por padrões de deserto de areia e cascalho, enquanto os desertos dominam grande parte da região sul do país.

Temperatura
Predomina um clima  quente e árido. O verão em Dubai é muito seco, quente, e ventoso . A temperatura máxima média durante o dia fica em torno dos 40ºC e durante a noite por volta dos 30 ºC. O inverno em Dubai é um pouco mais fresco com a média das temperaturas  máximas de 23º C, e de 14ºC durante  a noite.

Moeda
Emirati dirham (Dh ou AED). O Dirham foi introduzido nos Emirados Árabes em Dezembro de 1971.

Bebidas
Bebidas alcoólicas são servidas aos turistas somente  em bares licenciados e restaurantes, geralmente localizados nos hotéis 4 e 5 estrelas. Beber em lugares públicos( praias, praças etc...) não é permitido 

Metrô
Os trens do metrô de Dubai não possuem operadores, tudo é controlado por computador através de uma moderna central de monitoramento e controle. Cada trem possui um vagão especial, com uma área reservada aos passageiros “Gold Class”, que pagam uma passagem mais cara para ter mais conforto, espaço e uma vista panorâmica privilegiada. As mulheres também possuem um espaço próprio, um setor deste vagão especial onde só elas podem entrar. Este vagão especial é o último do trem, caso a viagem seja no sentido centro, ou o primeiro do trem, caso o trajeto seja no sentido “Jebel Ali”.

Vagão de metrô somente para mulheres.

Lugares interessantes (onde estivemos) para conhecer em 5 dias:

Palm Islands - Palm Islands é um projeto marítimo audacioso em forma de palmeiras em Dubai. Lar de uma combinação de construções de lazer, residenciais, comerciais e marina, as ilhas são ligadas ao continente por calçadas. A mais completa destas ilhas artificiais é Palm Jumeirah, perto do Dubai Marina em Jumeirah. A construção começou em 2001, e os primeiros moradores mudaram-se para cá em 2007. O reluzente resort Atlantis foi inaugurado em 2008, e a subsequente construção de praias, shoppings, hotéis resorts e parques temáticos continua em andamento.





Safári 4X4 com jantar - Escolhemos o jantar no Resort Bab Al Sham. O restaurante chama-se “AL HADHEERAH DESERT RESTAURANT. Simplesmente um passeio maravilhoso e muito bem avaliado pelo TripAdvisor.



Dubai Dinner Cruise – Passeio com as vistas noturnas de Dubai realizando um cruzeiro com jantar no 'Bateaux Dubai' fechado com vidro! Nesse passeio tem um  drink de boas-vindas e canapés e  através das janelas panorâmicas do barco enquanto navega pelo Dubai Creek, observamos as atrações importantes como a Ponte Al Maktoum, as Twin Towers e a Grande Mesquita, todos iluminados no céu noturno. Em seguida, uma refeição com pratos variados é servida para aproveitarmos o passeio jantando dentro do Barco.



“At The Top” – Burj Khalifa – Nenhum arranha-céu consegue alcançar o Burj Khalifa, atualmente a estrutura mais alta do planeta. Erguendo-se a 828 metros de altura, com mais de 160 andares, o prédio tem um design em degraus que diminui à medida que ele sobe para o céu. O Burj Khalifa é parte do imenso complexo de escritórios, hotéis, shoppings, estabelecimentos de entretenimento e prédios residenciais de Downtown Dubai. Pegue o elevador até a plataforma de observação do 124 andar para vistas surpreendentes de Dubai e do Golfo Pérsico, ou faça um passeio pelos jardins e fontes do Burj Khalifa Park.



Hotel Burj AL-Arab – O maior ícone de Dubai, o famoso hotel em forma de vela de frente para o Golfo Pérsico. Único hotel sete estrelas do mundo, ele é realmente típico dos filmes de James Bond. Repleto de bares e restaurantes, o hotel é um mundo dentro de outro mundo. Para realizar uma visita é necessário fazer uma reserva em um dos muitos bares ou restaurantes do hotel. O restaurante Al Muntaha e o adjacente Skyview Bar são os melhores para obter vistas panorâmicas.



Mesquita de Jumeirah - A única mesquita dos Emirados Árabes Unidos aberta aos visitantes não muçulmanos. Desenvolvido para fornecer uma melhor compreensão do Islã, o passeio é seguido por uma sessão de perguntas e respostas. Todos os visitantes são acompanhados por um guia registrado desde o Sheikh Mohammed Centre for Cultural Understanding. A mesquita é extremamente fotogênica e é uma homenagem moderna à arquitetura medieval Fatimida, completa com minaretes e cúpulas brancas.



Gold Souk - Diferente de tudo que você já viu no mundo, o Gold Souk de Dubai é um mercado que apresenta uma quantidade incrível de joias de ouro. Com mais de 300 joalheiros no local para atender qualquer das suas necessidades relacionadas a ouro, as ruas lotam de visitantes do mundo inteiro, impressionados com tanto ouro em exposição, e claro, com os maravilhosos preços do souk.
Seja querendo comprar ou apenas ver, o Gold Souk certamente vale a sua visita. Com uma média de 10 toneladas de ouro disponíveis no local, você com certeza vai ficar maravilhado com tanto brilho, em praticamente qualquer estilo que você possa imaginar e disponível em uma variedade de cores, incluindo branco, dourado e rosa. Para realizar qualquer compra, é necessário pechinchar: é totalmente esperado que você negocie o preço de qualquer produto.

Maior anel de ouro do mundo.

Museu de Dubai - O Museu de Dubai fica no Forte Al Fahidi, construído em 1787. Ele é um ótimo exemplo de um forte de deserto, completo com canhões e ameias*. O Museu de Dubai combina o passado com o presente da cidade em uma série de dioramas em tamanho natural e exposições arqueológicas de escavações no deserto. É possível conhecer os pescadores de pérolas que se estabeleceram às margens do Creek, os beduínos do deserto que percorriam a área, e os cultivadores de tâmaras que irrigaram a terra. Existe também representações de um souq, uma mesquita e o interior de uma casa tradicional, revelando a vida no emirado antes da vinda do petróleo.
(*) Ameias - é a abertura, no parapeito das muralhas de um castelo ou fortaleza, por onde os defensores visavam o inimigo.



Shopping Mall of the Emirates -  O Mall of the Emirates, o segundo maior complexo comercial de Dubai depois do Dubai Mall, abriga 560 varejistas internacionais. Os superlativos são abundantes - o shopping abriga o maior supermercado Carrefour da cidade e 60 lojas fizeram a sua estreia no Oriente Médio neste complexo. Enquanto as compras continuam sendo um grande atrativo para o Mall of the Emirates, até os menos consumistas vão encontrar algo para fazer. Ski Dubai (a primeira pista de esqui coberta na região), as telas do VOX Cinemas, a galeria do Magic Planet e seu centro de entretenimento, a área de jogos Peekaboo e o Dubai Community Theatre & Art Centre também ficam dentro do Mall of the Emirates. Dois hotéis cinco estrelas, o Kempinski Mall of the Emirates e o Sheraton Dubai Mall of the Emirates Hotel ficam adjacentes ao shopping.

Dubai Mall - Classificar o Dubai Mall simplesmente como um destino de compras seria um grande erro. Este complexo de entretenimento - um dos maiores do mundo - é como uma pequena cidade, que abriga cerca de 1.200 revendedores, 200 pontos de venda de comida e bebida e uma gama de opções de entretenimento. Mesmo quando a cidade estiver fervendo no verão, os visitantes do Dubai Mall podem colocar seus patins e deslizar na pista de gelo de tamanho olímpico. O Dubai Aquarium & Underwater Zoo, localizado no térreo, é o maior aquário suspenso do mundo, com um tanque de 10 milhões de litros. O complexo de entretenimento também abriga 22 telas de cinema, o parque temático coberto SEGA Republic e o KidZania, que entretém educando. Mas isso não quer dizer que compras não sejam um grande atrativo. Quase todas as grandes marcas de moda estão representadas no Dubai Mall, incluindo cinco grandes lojas de departamento e marcas como Burberry, Diesel, H&M, Juicy Couture and Forever 21.

Hotel Atlantis, The Palm - Só em Dubai um hotel pode ser considerado uma atração turística de destaque, e este é o caso do extravagante Hotel Atlantis, The Palm. Os 1539 quartos do resort, cujo tema é o oceano, se projetam acima do Golfo Persa, em torno da Palm Island, uma ilha artificial, ao longo da costa de Dubai, e o complexo incluiu 17 hectares de área de entretenimento. Mesmo não sendo um hóspede do resort, vale a pena passar um dia desfrutando de tudo o que ele tem para oferecer. Seguindo o tema do resort, muitas das atrações são aquáticas. O Aquaventure Waterpark abriga 42 brinquedos e atrações, incluindo um tobogã quase vertical. Dolphin Bay deixa os visitantes frente a frente com algumas das criaturas mais cativantes e inteligentes do oceano, enquanto o The Lost Chambers Aquarium envolve uma viagem através da cidade perdida de Atlantis, rodeada por milhares de espécies marinhas.



Starbucks Dubai
Em homenagem a dona desse incrível Blog Viagem de Cinema, não poderia deixar de tomar um delicioso café na Starbucks e o que mais me chamou a atenção para essa homenagem foi o título em árabe.

"Fran Mateus adorou esta ideia!" :-)

Souk Madinat Jumeirah
O Madinat Jumeirah é uma das atrações turísticas de Dubai mais impressionantes, localizada ao lado do fabuloso hotel Burj Al Arab. O complexo, que imita uma cidade árabe, é formado pelo charmoso Souk Madinat Jumeirah com lojas tipo bazares, restaurantes, boates e um belo canal (artificial) cheio de gôndolas que lembram as de Veneza. Além do souk, a área possui praia particular, hotéis de luxo,  inspirados no melhor estilo dos palácios árabes das Mil e Uma Noites, como o Mina A´Salam e Al Qasr. A riqueza de detalhes na arquitetura fascina turistas do mundo todo.



ABU DHABI

Abu Dhabi ou, em grafia alternativa portuguesa, Abu Dabi (em árabe: أبو ظبي‎, transcr.: 'Abū Ẓabī, pronúncia árabe emiradense: [ɐbuˈðˤɑbi]) é a capital dos Emirados Árabes Unidos e também o maior de todos os Emirados com uma área de 67.340 quilômetros quadrados, equivalente a 86,7% da área total do país, excluindo as ilhas. Tem um litoral que se estende por mais de 400 quilômetros e é dividido para propósitos administrativos em três regiões principais. A primeira região cerca a cidade de Abu Dhabi, que é a capital do emirado e a capital federal.



O líder político dos Emirados Árabes Unidos reside nesse mesmo local. Os edifícios parlamentares nos quais o Gabinete Federal se encontra, a maioria dos ministérios federais e instituições, embaixadas estrangeiras, instalações de radiodifusão estatais e a maioria das companhias de petróleo também ficam situadas em Abu Dhabi, que também é a casa da Universidade de Zayed e as Faculdades de Altas Tecnologia. Instalações de infraestrutura principais incluem Mina (Porto) Zayed e o Aeroporto Internacional de Abu Dhabi.

A cidade também tem extensos espaços culturais, de desporto e instalações desocupadas, junto com o Abu Dhabi Corniche maravilhosamente criado, que oferece muitos quilômetros de passeios seguros e ciclismo, ao longo da beira-mar de Abu, ilha de Dhabi. Arquiteturalmente falando, a cidade também é um lugar fascinante, onde foram preservados edifícios mais velhos como mesquitas pequenas, que se situam confortavelmente na sombra de arranha-céus modernos e futurísticos.

A segunda região de Abu Dhabi, conhecida como Região Oriental, tem como a mais importante cidade Al Ain. Essa área fértil é rica em horticultura com muitas fazendas, parques públicos e locais arqueológicos importantes. Também é abençoada por recursos de lençóis de água significativos que alimentam numerosos poços artesianos. Pontos de interesse particular nessa região são o Ain Al Faydah Park, o Jebel Hafit, o parque desocupado em Al Hili, o Al Ain Zoo e o Al Ain Museum.

Também é um centro cultural, educacional e local da primeira universidade do EAU, a Universidade dos Emirados Árabes Unidos, que integra muitas faculdades e uma escola médica vibrante. O transporte interno é facilitado por uma soberba rede de estradas e Al Ain é conectada ao mundo externo pelo aeroporto.

A Região Ocidental, o terceiro emirado, setor administrativo, inclui 52 aldeias e tem como seu Bida Zayed importante, ou Cidade de Zayed. Uma extensa arborização cobre 100 000 hectares pelo menos, incluindo mais de 20 milhões de sempre-vivas. A costa principal do país abriga os campos petrolíferos, assim como a maior refinaria de petróleo do país a Al Ruwais. Além das três regiões de continente de Abu Dhabi há várias ilhas importantes dentro do emirado entre as quais se destacam Das, Mubarraz, Zirku e Arzanah, próximas dos campos de petróleo.

Abu Dhabi, cresceu muito nos últimos anos, devido ao petróleo. Sedia, desde 2009, uma das etapas do Campeonato Mundial de F1.

A origem do nome "Abu Dhabi" é incerta e significa "pai do cervo", provavelmente referindo-se aos poucos cervos que habitam o emirado. De acordo com Bilal Al Budoor, assistente de subsecretário para os assuntos culturais do Ministério de Desenvolvimento da Juventude, Cultura e Comunidade, existe uma lenda que relaciona um caçador de cervos que teria sido conhecido como "o pai dos cervos", daí o nome.

O nome original de Abu Dhabi foi "Milh" com o significado de sal, possivelmente referindo-se às águas salgadas do Golfo Pérsico. Alguns beduínos chamam a cidade de Umm Dhabi (mãe do cervo), enquanto registos britânicos referem-se ao local como Abu Dhabi. Segundo alguns relatos históricos, o nome de Abu Dhabi foi usado pela primeira vez há mais de 300 anos. Abu Dhabi é pronunciado como "Bu Dhabi" pelos habitantes da costa ocidental da cidade. Na parte oriental da cidade, a pronúncia é "Abu".


Lugares interessantes para conhecer:

Ferrari World – Parque com atrações temáticas da Ferrari.  Neste complexo imenso — o maior parque temático interno do mundo — são 20 atrações, incluindo a montanha russa mais rápida do planeta. É possível experimentar os simuladores de corrida de alta velocidade, uma fábrica da Ferrari virtual. No parque também é possível desfrutar e relaxar nos restaurantes e lojas.



Sheikh Zayed Grand Mosque - Toda construída em mármore branco, a principal mesquita de Abu Dhabi parece ainda mais clara, e mais impressionante, sob o efeito do sol forte da capital dos Emirados Árabes Unidos. A Sheikh Zayed Grand Mosque ocupa uma área de 22.412 m² e tem capacidade para 40 mil fiéis, mas já recebeu até 52 mil pessoas em um único dia, que ocuparam também sua parte externa, cercada por jardins e espelhos d'água. O edifício, que pode ser visto de longe, de várias partes da cidade, foi construído entre 1996 e 2007 a pedido do xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004), tido como o fundador do país, que governou os Emirados até sua morte, em 2004. Zayed não economizou recursos para criar o local onde seria enterrado. Materiais nobres como mármore da Macedônia, ouro de 24 quilates e cristais de Murano podem ser vistos por toda parte. Os mosaicos florais, que quebram o branco do solo e das colunas, foram feitos por artesãos italianos. O tapete persa, considerado o maior do mundo, foi confeccionado durante um ano por 1.200 mulheres iranianas. As paredes e o teto têm versos do Corão escritos em três tipos de caligrafia arábica por artistas de vários lugares do mundo, supervisionados por calígrafos
dos Emirados, da Síria e da Jordânia. O pátio tem mais de mil colunas, adornadas por mosaicos coloridos e arrematadas por detalhes dourados no topo.



Viagem de Cinema em Abu Dhabi

Velozes e Furiosos 7 - Foi o primeiro filme de 2015 alcançar a marca de 1 bilhão de dólares arrecadados em bilheteria, o 20º da história, e o filme mais rápido a alcançar a marca, em 17 dias de exibição, até ser ultrapassado por Jurassic World (13 dias). O longa-metragem marca a última aparição de Paul Walker, que morreu em 30 de novembro de 2013, com metade das suas cenas filmadas. Após a morte de Paul, as filmagens foram adiadas para reescrever o roteiro. Seus irmãos, Caleb e Cody Walker foram utilizados como dublês para completar cenas restantes e o rosto foi substituído por computação gráfica na pós-produção.

As filmagens começaram no início de setembro de 2013, em Atlanta, Georgia. Abu Dhabi foi um local de filmagem, onde a produção recebeu um desconto de 30%. A iniciativa financeira foi lançada em setembro de 2012, como um incentivo pelo governo de Abu Dhabi para atrair produções cinematográficas e televisivas internacionais para o Emirado.

Cena do filme em Abu Dhabi
Em 30 de novembro de 2013, enquanto fez uma pausa para o feriado de Ação de Graças, Paul Walker que retratou Brian O'Conner, morreu em um acidente de carro. No dia seguinte, a Universal anunciou juntamente com as condolências a família que a produção do filme continuaria, agora em caráter de homenagem ao ator. Também foi informado que seria adiado a estréia, com um intervalo que permitiria aos cineastas refazer o filme. Em 4 de dezembro de 2013 a Universal Pictures colocou a produção em espera indefinidamente.  Wan confirmou mais tarde que o filme não tinha sido cancelado. Em 22 de dezembro de 2013, Diesel postou em sua página no Facebook que o filme seria lançado em abril de 2015. Em 27 de fevereiro de 2014, The Hollywood Reporter informou que as filmagens seria retomadas em 1 de abril, sendo baseadas em um roteiro já reescrito. O elenco e a equipe tinha se dirigido a Atlanta para cerca de oitos semanas de filmagens. As filmagens se encerraram em 11 de julho de 2014 — data em que inicialmente tinha sido marcada para o lançamento do filme.


Direção: James Wan
Produção: Neal H. Moritz / Vin Diesel / Michael Fottrell
Roteiro: Chris Morgan
Gênero: Ação
Música: Brian Tyler
Cinematografia: Stephen F. Windou / Marc Spicer
Edição: Christian Wagner / Leigh Folsim Boyd / Dylan Highsmith / Kirk M. Morri
Companhia(s) / produtora(s): Original Film
Distribuição: Universal Pictures



Fonte das informações:
Experiência da viagem: Junho/2015
Wikipedia, The free encyclopedia.

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"