Truffaut: Um Cineasta Apaixonado


"Eu quero que meus filmes deem a impressão de terem sido rodados com 40 graus de febre" (Truffaut).



Quem gosta dos filmes dirigidos (roteirizados e produzidos) por François Truffaut, representante da Nouvelle Vague e um dos principais colaboradores do Cahiers du Cinéma, precisa conferir a mostra em exibição no Museu da Imagem e do Som (M.I.S), em São Paulo, e descobrir um pouco mais sobre todas as fases da vida e do trabalho do cineasta francês. Particularmente, eu gosto muito de três filmes dele: "Jules e Jim - Uma Mulher para Dois" (que ganhou uma sala especial na mostra), "Noite Americana" (elementar, meu caro leitor, para uma apaixonada por cinema como eu) e "Os Incompreendidos", um bom trabalho de ficção para entender um pouco da real adolescência de Truffaut.



A mostra está em exibição no M.I.S, localizado na Avenida Europa, 158, São Paulo. A curadoria é do francês Serge Toubiana e a concepção brasileira é de André Sturm, diretor executivo do MIS.

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"