Birdman (ou a Inesperada Virtude da Ignorância)


Foto: Alison Rosa, da Fox Searchlight Pictures
Em plena Broadway, Riggan Thomson (Michael Keaton) ocupa o St-James Theater e ensaia para a sua peça “What we talk about when we talk about love“ (obra de Raymond Carver). Ele e sua equipe estão prestes a participar do primeiro ensaio aberto, que será seguido de outros tantos durante o filme e antes da noite de estreia. O nervosismo paira por todo o espaço. É ator que se acidenta na última hora e precisa ser substituído por outro, o brilhante e excêntrico Mike Shinner (Edward Norton). É atriz, Lesley (Naomi Watts), que está prestes a debutar num palco da Broadway e teme que algo dê errado. É produtor, Brandon (Zach Galifianakis), que conta cada centavo para garantir que o dinheiro volte a sorrir para o cofre da peça. É filha rebelde, Sam (Emma Store), que trabalha com o pai, mas odeia o que está fazendo, e assim por diante. Isso tudo sem contar com o drama do próprio Riggan, que vive escutando uma voz que o lembra do quanto ele era bom quando interpretou o herói de ação chamado de "Birdman", pelo qual ainda é lembrado... 


... o filme de Alejandro González Iñárriatu tem uma dinâmica vibrante de mostrar-se ao espectador, com uma mistura constante entre ‘realidade’ e ‘alucinação’. Concorre como melhor filme, diretor, ator, ator e atriz coadjuvantes, roteiro e mais outras três indicações ao Oscar.


A 44st Street (entre a 7a e a 8a Avenidas) e a região da Times Square são coadjuvantes de peso nesta produção. Todo turista que já esteve por lá (especialmente, quem andou assistindo “O Fantasma da Ópera", vide foto acima), vai sentir um certo saudosismo (e uma vontade imensa de voltar logo para o burburinho eterno da região que parece nunca dormir). O St-James Theater foi usado como locação principal para as cenas do palco e plateia, da recepção e aquelas no teto, em que Mike e Sam fumam e trocam ideias. As cenas internas, filmadas em espaços impressionantes (mérito da equipe de direção de arte) foram realizadas no Kaufman Astoria Studios, localizado no Queens (eu fiquei fascinada pela criação dos sets). Outro lugar que merece destaque é o bar onde Riggan e Mike vão beber depois dos ensaios (e das trocas de braços e farpas entre os dois). Teoricamente, o espaço fica na mesma calçada do fundo do St.James. Na realidade, as cenas foram feitas no The Rum House, bar do Edison Hotel, localizado no 228 West, da 47st Street.

Para montar este post, um dos textos que li foi o interessante artigo de David NG para o Los Angeles Times: In 'Birdman,' Broadway's St. James Theatre plays itself. Dê uma conferida e saiba mais sobre o filme e as suas locações. Se vai rolar Oscar eu não sei, mas que o filme vale a ida ao cinema, ah, isso ele vale!

Comentários

Postar um comentário

Fale conosco

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"