Saint Laurent & a eterna Paris

O melhor da turma jovem do cinema francês está neste filme: Gaspard Ulliel no seu melhor papel, até agora, interpreta o mestre da alta-costura & do prêt-à-porter; Louis Garrel faz o amante e grande amor do estilista, Jacques de Bascher (com cenas, ou melhor, beijos, bem quentes entre eles); e, Léa Seydoux - que ficou mais famosa por aqui depois de "Meia Noite em Paris" - faz o papel de Loulou de la Falaise - grande amiga e funcionária do estilista.

YSL entre suas melhores amigas, Betty Catroux e Loulou de la Falaise
Foto: John Minihan / Getty Images

Durante as 2 horas e meia de filme, eu me questionei o quanto Yves Saint Laurent aprovaria ver a sua vida pessoal tão exposta. De dia, um profissional exigente e que precisava de música e uísque para conseguir a criatividade necessária para desenhar as suas criações. À noite, ele se entregava à baladas, sexo e drogas, muitas drogas. Me senti invadindo a intimidade dele. Soube que Pierre Bergé (que no filme dirigido por Bertrand Bonello foi interpretado por Jérémie Renier) não aprovou o resultado. Polêmicas à parte, o ponto alto de "Saint Laurent" é quando YSL cria toda a coleção de 76 inspirado pelo estilo africano - e, talvez, no mestre da pintura, Henri Matisse, de quem era um grande fã. O desfile aconteceu no Louvre e foi um marco na carreira do estilista.

Léa Seidoux como Loulou, Gaspard Ulliel como YSL e Aymeline Valade
como Betty, na badalada vida noturna parisiense.
Outro pensamento se apossou de mim durante a cena em que Yves e Jacques se encontram pela primeira vez: o de que as cidades são eternas! Elas podem até ter seus detalhes arquitetônicos alterados no decorrer do tempo, mas continuam eternas. Fiquei pensando que, há poucos anos atrás, eram os verdadeiros Yves e Jacques que perambulavam pelas ruas e praças de Paris. Hoje, é a geração Ulliel, Garrel e Seydoux que transitam pelos mesmos lugares e dão vida a eles. No futuro, serão outros nomes. E essa substituição 'natural' acontece em todos os lugares do mundo. O que só me fez lembrar o quanto a vida é curta e precisa ser aproveitada da melhor maneira possível. E, pelo que vemos no filme, tirando as perdas, pois todos temos que passar por elas, parece que YSL soube aproveitar muito bem a dele.

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"