Eleição: meu voto para Alexander Payne

Quando vi o título Eleição e o estilo da história - baseada no romance de Tom Perrotta - eu me questionei se a identificação que tinha com a pegada cinematográfica de Alexander Payne seria abalada. Como assim, ‘ele’ dirigir um filme sobre um professor e uma aluna de uma escola secundária? Oh, meu Deus! Preocupações de lado, deixei-me seduzir pela dica de um conhecido que curtiu o filme. E, como não poderia perder um Payne, dei-me a chance de assistir o desempenho de Matthew Broderick e Reese Witherspoon nos papéis principais.
Para início de conversa, a trama é desenvolvida dentro de um ambiente escolar que foge bastante do usual: nada de it-girls desfilando a última moda, garotos tratando mal o nerd da turma ou o mestre tentando levantar a moral dos alunos. Essa é a história sobre a vida ‘em círculos’ do professor Jim McAllister e o seu desprezo pela ambiciosa estudante, Tracy Flick. Tudo isso porque um professor, amigo dele, seduziu a garota, foi descoberto e perdeu a esposa e o emprego. A menina é realmente de temperamento difícil, mas tem a capacidade de lutar pelos seus sonhos. Ele, por sua vez, não consegue sair do lugar e ainda coloca a perder o pouco que tem. Falando assim, parece um drama, mas, “Eleição” (Election) tem mesmo a sua carga de comédia, focada nas artimanhas profissionais e amorosas de Jim. Matthew Broderick dá um show de interpretação! Dizem que, por causa desse papel, o eterno "Ferris Bueller" sofreu um certo estranhamento por parte dos fãs, que o idealizaram no papel do garoto que falta aula para ‘curtir a vida adoidado’!

Fotos: divulgação

A principal locação é a escola secundária Perpillan La Vista, localizada no subúrbio de Sarpy, perto de Omaha, Nebraska. O diretor americano nasceu e cresceu por aqueles lados e tem um grande carinho pela região, amplamente mostrada no filme (neste e em “Ruth em Questão”, que em breve será comentado aqui no blog). As cenas foram feitas durante o período escolar e muitos alunos da própria escola aparecem no filme, o que dá uma certa autenticidade as tomadas feitas em sala, nos corredores e na quadro do ginásio esportivo.


Em tempo: eu gosto de histórias de adolescentes em ambientes estudantis (principalmente, aquelas que envolvem algum professor 'certinho' trabalhando para recuperar a auto-estima da turma 'problemática'). Só não achava que Alexander Payne fazia o tipo de diretor que filma este assunto. Mas, me enganei: "Eleição", lançado em 1999, é muito bom e vale a pena ser visto. E, à propósito, eu continuo amando o trabalho do cara


Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"