Beco das Garrafas: é Copacabana, é Bossa Nova!

Estava fuçando na Livraria da Travessa, no Rio, quando deparei-me com o texto “Roteiro de Tom Jobim”, escrito por Luiza Sansão para a revista da livraria (edição julho/agosto-14). Nele, ela sugere uma série de passeios pelos points onde o maestro viveu, trabalhou e frequentou na Cidade Maravilhosa. Um dos lugares me atraiu a atenção, imediatamente: o Beco das Garrafas, conhecido como o reduto boêmio carioca e berço da Bossa NovaTão logo eu li sobre o tal beco, lembrei-me de ter ouvido sobre ele no show “Elis, a Musical” e de ter lido sobre o mesmo nas memórias do Luiz Carlos Miele, em seu livro, “Poeira de Estrelas” (Ediouro). Alguma dúvida de que eu fui conhecer o lugar?


Vista do Beco das Garrafas, em foto tirada da calçada da Rua Duvivier.
Fotos: Fran Mateus

No dia seguinte ao da visita à livraria, tomei o metrô rumo à Estação Cardeal Arcoverde e embrenhei-me pela Rua Duvivier. Na quadra delimitada pelas avenidas Nossa Senhora de Copacabana e Atlântica lá estava ele, o famoso, o lugar que ganhou seu nome devido as reclamações homéricas e as garrafadas jogadas pela vizinhança, que só queria mesmo era dormir. Nada de barulho, por favor! 

Na entrada do beco, uma charmosa livraria chamada Bossa Nova já deixava claro o forte do lugar. Tentei identificar a boate Bottle´s Bar (reaberta em abril de 2014, segundo o texto de Sansão), mas não vi nenhum letreiro. E, creio, que nem precisava. A casa de shows, outrora comandada por Miele e Roberto Bôscoli, e frequentada por quase todo mundo que fez/cantou (Vinicius, Elis, Tom, etc) e que ainda faz/canta (Sergio Mendes, Jorge Ben “antes do” Jor) música boa nesse país, deixa claros sinais do seu espaço no beco.

Curiosidade saciada, entrei na livraria Bossa Nova e garanti minha porção de nostalgia para os próximos meses até, quem sabe, um retorno ao Rio e ao Beco do maestro Tom e Companhia (e que companhia, hein, maestro?!).

Comentários

  1. Vivi e continuo vivendo este espaco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana, Sebastião. O Rio tem mesmo estes lugares maravilhosos que merecem ser relembrados sempre. Grande abraço. Fran

      Excluir

Postar um comentário

Fale conosco

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"