A Volta ao Mundo em 80 Dias, de Júlio Verne




Em 1872, a casa número 7 de Saville Row, Burligton Gardens, era habitada por Phileas Fogg, membro dos mais singulares e dignos de reparo do Reform Club de Londres, apesar de sistematicamente, segundo parecia, evitar nos seus atos tudo o que pudesse de algum modo despertar a atenção dos seus compatriotas”. Fogg era incontestavelmente rico. Porém, não usava o seu dinheiro para sair de Londres. A ele apetecia fazer o percurso diário casa–clube-casa. Seus passatempos eram ler jornal e jogar whist.
João Passepartout, o outro personagem da história de Júlio Verne, era um rapaz com aptidão natural para sair das complicações da vida. Havia sido cantor ambulante, artista de circo, professor de ginástica e até cabo de bombeiros. Mas, naquele momento, ele só queria sossego. E, trabalhar para Phileas Fogg parecia ser o mais adequado na busca de realizar esse desejo.
Passepartout foi contratado como criado do fidalgo no dia 2 de outubro, exatamente à 11 horas e 29 minutos. Depois disso, Fogg dirigiu-se –como de hábito - ao Reform Club, localizado em Pall Mall. Nele, aguardou seus parceiros de whist: Andrew Stuart, John Sullivan, Samuel Fallentin, Thomas Flanagan e Gauthier Ralph. Todos estavam abalados com um grande roubo a um banco, ocorrido por aqueles dias e preocupados com a fuga do ladrão da Inglaterra.
Na primeira etapa da aventura, uma surpresa: os trens estavam impedidos de
transitar, fazendo com que Phileas Fogg e seu criado optassem
por um balão para chegar até Marselha. Sem muita noção geográfica, os dois
acabaram desembarcando na Espanha.
Por causa de uma conversa sobre como o mundo torara-se pequeno e o delinquente poderia se safar rapidamente em outro país, surgiu uma inusitada aposta. Phileas Fogg sustentava que as distâncias haviam encolhido e nada impediria uma pessoa de dar a volta ao seu redor em apenas 80 dias. Os outros discordavam e ponderavam que as forças da natureza – como vento ao contrário – ou de origens diversas -como um trem descarrilhar ou índios atacarem viajantes pelas estradas- fariam o prazo aumentar. Fizeram uma aposta envolvendo altas somas. Com toda a sua fortuna em jogo, eis que Phileas Fogg sai do clube com a missão de fazer uma viagem pelos diversos cantos do planeta no prazo estabelecido.
O roteiro da época seria: LondresSuezBombaimCalcutá - Hong KongIocoama - São Francisco - Nova York - Londres. Ou seja, todos destinos acima da linha do Equador.

 
A notícia se espalhou e todos os jornais ingleses da época comentaram-na. Como convêm no Reino Unido, apostas foram feitas pela população, dividida entre os que acreditavam que o feito seria realizado e os incrédulos. Bem, para tornar a situação mais animada, a polícia local desconfiou da ação de Phileas Fogg e o acusou de ser o ladrão de banco tão procurado. Foi nesse cenário que começou o Grand Tour do fidalgo e o seu perplexo mordomo.
Problemas nos trens eram muito comuns naquela época: eles podiam acontecer tanto na Índia (foto acima),
como nos Estados Unidos, foto abaixo, dificultando a vida - e a aposta - de Phileas Fogg.
Em 1956, o diretor Michael Anderson transferiu a aventura de Verne para as telas de cinema. Enquanto o gentil amo (interpretado por David Niven) transfere toda a sua rotina de horários e cardápios rigidamente programados para os trens ou navios, dá gosto ver como Passepartout (numa divertida atuação de Cantinflas) se encanta pela paisagem e como aproveita ao máximo os momentos de prazer que aparecem – ou que ele cria. Uma delícia! Com um time de atores dos bons, quase não dá para reconhecer Shirley MacLaine como a princesa Aouda ou notar as rápidas aparições de Frank Sinatra e Marlene Dietrich. O filme foi vencedor de 5 Oscar – entre eles, o de Melhor Filme e Melhor Fotografia.
A útima etapa da viagem - Nova Yok-Londres - foi realizada no barco "Henrietta".
Fotos: Divulgação

Livro e filme são perfeitas companhias para os grandes amantes das viagens. Sobre as locações, confira a lista completa feita pelo site IMDB.

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"