"Os Amantes Passageiros" de Almodóvar


Direto do escurinho do cinema para este blog: "Os Amantes Passageiros" (Los Amantes Pasajeros), o novo filme de Pedro Almodóvar. O mestre espanhol retomou o estilo 'comédia', depois de algumas produções mais densas, como "A pele que habito", "Volver" e "Abraços partidos".

No início da trama, somos apresentados a um casal que trabalha no aeroporto, interpretado pela dupla espanhola mais famosa do 'mundo Almodóvar': Penélope Cruz e Antonio Banderas. Os dois fazem a cena que mostra o motivo do avião, depois de ter decolado, identificar que tem problemas para aterrissar, dando início a toda a trama.

Almodóvar, Cruz e Banderas

Dentro do avião, num universo colorido, extravagante e bizarro, somos apresentados à tripulação, composta por três comissários de bordo, o piloto e o co-piloto, e aos passageiros da classe executiva: uma dominatrix, um banqueiro, um ator de cinema, uma vidente virgem, um assassino profissional e um casal em lua-de-mel. Não contarei toda a história para não tirar a graça de quem vai ver o filme no cinema (a estreia foi ontem), mas posso adiantar duas cenas 'diferenciadas': numa, os tripulantes dublam e dançam 'I´m so excited' (da banda The Pointer Sisters) e, noutra, a 'business class' parece um 'matadouro', na cena alusiva ao título do filme... um Almodóvar bem extravagante... 

Algo legal é rever os atores de outras produções do espanhol, como Javier Cámara ('Fale com Ela"), Lola Dueñas ('Volver') e Cecília Roth ('Tudo sobre minha mãe', o meu favorito do universo almodoviano). Vá assistir sem grandes pretensões. Para muitos, este é um Almodóvar menor, mas, ainda assim, é um Almodóvar!

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"