"Paris-Manhattan", uma celebração a Woody Allen


Como os dois últimos posts deste blog foram sobre filmes ambientados em Paris ou em Manhattan e – claramente - inspirados no universo de Woody Allen (“2 dias em Paris” e “2 dias em Nova York”, dirigidos e interpretados por Julie Delpy), decidi fechar este ciclo com o mais ‘declarado’ de todos: “Paris-Manhattan”. O filme dirigido por Sophie Lellouche (que também assina roteiro e diálogos) é tão Woody que o próprio diretor participa de uma cena no seu final  e define o futuro da mocinha, Alice Ovitz (interpretada pela simpática Alice Teglioni).



Alice conheceu o trabalho de Allen aos 15 anos de idade (no início do filme, encontramos a jovem no cinema, assistindo a cena de “Hannah e suas irmãs” em que Woody Allen acredita que vai morrer, mas logo é tranquilizado pelo médico de que está tudo em ordem com ele) e apaixona-se à primeira vista. Ela passa a buscar no pensamento de Allen respostas para a sua vida. Apesar da inspiração total, o filme tem um caminho próprio e é -do seu meio para o final- bem interessante, um presente visual para quem gosta de Paris. O destaque para a locação aqui fica para o suntuoso Hotel Plaza-Athénée (www.plaza-athenee-paris.com).
Fotos: divulgação

Apesar de todo o luxo, o personagem Victor, vivido por Patrick Bruel, é chamado à Avenue Montaigne, 25, para consertar a fechadura de uma suíte cujo hóspede está aguardando há mais de 40 minutos dentro do quarto. O ilustre hóspede é ninguém menos que Woody Allen, vivendo a si mesmo no filme. Victor chama Alice imediatamente ao hotel para ela conhecer o seu ídolo. A cena final é de uma beleza visual indiscutível e Alice não só realiza o desejo de conhecer o seu mestre, como descobre em Victor o homem da sua vida.
P.S: sobre o nome de Manhattan no título, ele refere-se quase que exclusivamente a importância de Woody Allen. Na melhor hipótese, você verá - em duas cenas distintas - um souvenir da ilha novaiorquina nas mãos de Alice. E só. :-)

Comentários

  1. É uma graça esse filme. E uma referência ao Woody Allen é sempre ótima, ainda mais com uma participação tão carinhosa dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ele está bem à vontade, sorridente, dando conselhos que são bem o estilo que aprendemos a curtir tanto. Valeu a dica do filme, Fabio. Tks!

      Excluir
    2. É sempre bom trocar dicas de filmes!!! E poder retribuir a todas as dicas e informações que vc traz aqui no blog.

      Excluir

Postar um comentário

Fale conosco

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"