Edward Hooper: um lugar, um café e a solidão

'Nighthawks' (1942)
Esta é, provavelmente, a tela mais famosa de Hooper e pode ser apreciada no filme
"Uma Noite no Museu 2", que passa no Smithsonian, em Washington, Estados Unidos.

Chop Suey, 1929

Automat, 1927

Soir Bleu, 1914

Le Bristô ou The Wine Shop, 1909


Edward Hooper (Nova York, 1882-1967) passou para a
História da Arte como o pintor americano cujo tema foi a solidão humana.
Na maioria das suas telas é possível identificar homens e mulheres
perdidos em seus pensamentos, acompanhados de um café.
Mesmo quando acompanhados, a sensação é de tristeza e isolamento.
Dentre os americanos, é o meu pintor favorito.

Comentários

Postar um comentário

Fale conosco

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"