10 points de Curitiba que você vai amar conhecer


 
Jardim Botânico: o lugar mais popular entre os turistas que visitam Curitiba. A inspiração para os jardins é francesa, enquanto que a da estufa de vidro é inglesa. O espaço Frans Krajcberg estava fechado durante o Carnaval (ocasião da minha visita à cidade).



Museu Oscar Niemeyer: como aprecio obras de arte, achei uma delícia passear pelo MON, ou, se preferir, o ‘Museu do Olho’, um impressionante projeto arquitetônico de Niemeyer. Não deixe de passar pelo café e pela lojinha do museu.

Largo da Ordem: é um lugar para se voltar no tempo. A preservação dos prédios – a maioria pintado em cores fortes - encantam os que são fascinados por História; quem gosta de feira de artesanato apreciará visitá-lo aos domingos; e, quem curte um bom papo, regado de boa cerveja, deve ir ali à noite. É animação total! No cinema, o Largo aparece no filme “Oriundi”.

Rua das Flores: de pegada popular e bem comercial, é conhecida – nacionalmente – pelas celebrações natalinas no histórico prédio do HSBC.  Fui conhecer a tradicional Confeitaria das Famílias e provar uma delícia local, conhecida como ‘madrilenho’ (um doce espanhol de dar água na boca). Pedi uma ‘wimi’ para acompanhar (um refrigerante curitibano com sabor de laranja).

Rua 24 horas: localizada na Visconde de Nacar, será sempre a inédita e primeira rua aberta full time do Brasil. Em Aracaju (SE), foi criada uma rua similar há alguns anos; era bonitinha, mas existiu por pouco tempo.

Bosque do Papa: com suas casinhas tipicamente polonesas, é um lugar muito agradável para se passar algum tempo tranquilo, longe do burburinho da cidade.

Ópera de Arame: outro point muito procurado entre os turistas. Feito de ferro e vidro, fica ao lado de uma bela pedreira e uma cachoeirinha. Fiquei imaginando um espetáculo noturno dentro daquele espaço tão despojado e inovador...

Memorial Ucraniano: algo que apreciei muito em Curitiba foi a sua homenagem aos diversos povos que ali fizeram história. Dentre todos os memoriais, esse, dedicado aos ucranianos, muito me fascinou.

Parque Barigui: com lagos, bosques, pistas de corrida e de caminhadas, é o point do fim de semana dos locais. No cinema, pode ser apreciado no filme “Curitiba Zero Grau”. Uma vez ali, você não pode sair sem visitar o Museu do Automóvel. Fantástico! 

Torre Panorâmica: depois de fazer um tour pela city e eleger os seus pontos favoritos, vá até a torre para ter uma visão de 360º da cidade. Eu fui numa manhã chuvosa e adorei, mas, dizem os locais que o bacana é visita-lo no final da tarde.
Estive em diversas locações usadas nos filmes já citados acima, e no bacanérrimo “Estômago” (mas, isto é assunto para outra postagem...).

Comentários

  1. Adoro Curitiba. Um dos lugares que eu acho mais gostosos é o Bosque do Papa. Ótimo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabio, o barato é que os curitibanos amam este bosque! De todas as atrações da cidade, nove entre dez deles indicam o lugar como um dos mais bacanas da cidade. Também gostei. Bem tranquilo. Abraços!!!

      Excluir

Postar um comentário

Fale conosco

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"