"Intocáveis", um brinde à amizade no Les Deux Magots


Intocáveis (Intouchables) é um filme sobre a amizade entre Philippe (François Cluzet) e Driss (Omar Sy). O primeiro é um homem muito rico que fica tetraplégico. O segundo, não tem experiência e nem interesse inicial no cargo, mas vira seu assistente pessoal. Driss tem passagens pela polícia e muitos problemas em sua família. Philippe, por sua vez, só deseja ser tratado de forma natural, sem piedade, e encontra isso no novo amigo. O filme, que mexe muito com as emoções do espectador, conseguiu levar mais de 18 milhões de franceses ao cinema, um feito inédito para aquele país.

Cena no Les Deux Margots
Foto: divulgação

Com belas cenas em Paris, uma delas chamou-me a atenção: aquela feita no Les Deux Magots, um café histórico – ele foi fundado em 1884 – e que foi muito frequentado por artistas (Pablo Picasso era um deles) e pelos grandes nomes da literatura do passado (especialmente, Jean Paul Sartre e Simone de Beauvoir). Driss levou Philippe até o Les Deux Magots numa madrugada em que o aristocrata não conseguia dormir e sentia falta de ar. Aquele foi o momento que marcou o início de uma forte amizade entre os dois homens de mundo tão diferentes.

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"