Mrs. Dalloway em seu tour rumo a Bond Street

"Mrs. Dalloway disse que ela mesma iria comprar as flores"... 


Divulgação
É junho de 1923 e Clarissa Dalloway, a esposa do parlamentar Richard Dalloway, segue com os seus pensamentos pelas ruas de Londres, em busca de belas flores para a festa que irá oferecer dentro de algumas horas, em sua casa.

No caminho, Clarissa encontra - e nós somos apresentados - a alguns dos convidados da festa e a outros tipos que ela nem fazia ideia que iriam atravessar a sua vida. Entre os primeiros estão um antigo pretendente que retornou de uma viagem pela Índia, Peter Walsh; uma amiga de infância, Sally Seton; e a sua filha, Elizabeth, acompanhada de Miss Kilman. O segundo grupo é formado por alguns mendigos e por um rapaz, muito importante para o desenvolver da trama, chamado Septimus Warren Smith. Ele foi combatente na Primeira Guerra Mundial e, quando do seu retorno à Inglaterra, mergulhou numa depressão profunda. Mais tarde, durante a festa dos Dalloways, Clarissa recebe a notícia de que o jovem suicidou-se.
Um trajeto muito famoso entre os britânicos é o que foi feito por Mrs. Dalloway, durante sua caminhada por uma Londres aristocrática. Ele começa em Dean´s Yard, atravessa a Victoria Street e segue até a Bond Street, não sem antes passar pelo St. James Park. 
"Mrs. Dalloway" foi dirigido por Marleen Gorris e lançado em 1997. Ele é baseado num romance de Virginia Woolf e ocupa, na minha lista particular, um lugar de destaque como um dos melhores que eu tive o prazer de assistir. Sua estória é singular e universal ao mesmo tempo. Vale a pena conferir.

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"