"O Paciente Inglês" entre Egito, Tunísia e Itália


1936. No deserto egípcio de El Jef, ao norte de Uweinat, Almásy vê "K" pela primeira vez. Ele se apaixona intensamente por ela, que é casada com outro homem, Geoffrey Clifton, um récem integrado membro da expedição de desbravadores do deserto, da qual Almásy faz parte.

É inegável a atração do conde hungáro por Katherine. Ralph Fiennes (que interpreta Almásy) consegue transmitir o seu desejo pela Sra. Clifton (interpretada pela ótima Kristin Scott Thomas) com uma veracidade impressionante, fazendo com que a cena da dança dos dois, no baile do Hotel do Cairo (foto acima), se transformasse na minha favorita dentre todas do filme.

Livro e filme são uma sucessão de 'flashs mentais' do paciente inglês, no qual Conde Almásy se transformou durante a II Guerra Mundial, quando foi quase morto pelas tropas alemãs. Desfigurado por queimaduras, ele tenta, aos poucos, relembrar o passado e o seu caso de amor intenso e de final trágico.

Durante o seu período enfermo, Almásy é cuidado por Hana, uma enfermeira canadense que se instala com ele numa Villa italiana da região da Toscana, enquanto aguarda o fim dos conflitos entre alemães e forças aliadas. A bela Villa (na verdade, o Monastério de Sant´Anna), logo se enche de animação com a chegada de Caravaggio, ladrão 'canadense' e espião 'italiano', e Kip, um desarmador de minas de procedência indiana, com o qual Hana se envolve numa história de amor.

Em determinado momento do filme, Almásy pergunta a K se ela já havia visitado as Pirâmides (de Gizé, construída por volta de 2500 aC - dá para imaginar o que significa isso?!). Este é um dos passeios mais importantes da minha lista de lugares para se conhecer, pelo seu valor histórico e cultural para a humanidade e por se tratar de uma das maravilhas do mundo antigo!

Outros lugares bacanas do Cairo, recomendados por muitos turistas e guias de viagens, são:

O café El-fishawy, considerado o mais tradicional do Cairo. Para os apaixonados por café, como eu, é uma excelente pedida. Um passeio que pode ser feito entre uma atração turística e outra.

A área do Cairo Islâmico: um irresistível microcosmo medieval, repleto de mesquitas com diferentes estilos arquitetônicos, que nos transportam para mais de sete séculos de História.

Entram na minha lista: conhecer o Museu Egípcio, um dos mais importantes do planeta; fazer um cruzeiro pelo Rio Nilo; e, vislumbrar o Mar Vermelho.



Curiosidades sobre livro e filme:
  • As cenas do acampamento de Almásy & Companhia foram realizadas em Nefta, na Tunísia, e não do Egito. Tampouco, o hotel citado acima é localizado no Cairo. Ele fica localizado em Veneza, na Itália (!) e atende pelo nome de Grand Hotel des Bains.     
  • Histórias, de Herótodo, é o livro dentro do livro O Paciente Inglês, de Michael Ondaatje. Este, eu li e apreciei bastante. Aquele, eu penso em ler...algum dia.  
  • No livro de Ondaatje, o caso amoroso entre Hana e Kip é colocado em primeiro plano. No filme, são Almásy e Katherine quem recebem esse destaque e roubam a cena.
  • Com Ralph Fiennes, Kristin Scott Thomas, Juliette Binoche, Colin Firth, Willem Dafoe, Naveen Andrews, Julian Wadham, Jürgen Prochnow e grande elenco, numa produção de Saul Zaentz e direção de Anthony Minghella.
  • O livro, de 1992, foi consagrado por público e crítica mundiais e venceu o prestigioso Booker Prize, o mais importante prêmio da literatura inglesa. O filme, lançado em 1996, ganhou 9 Oscar, incluindo o de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Atriz Coadjuvante para Juliette Binoche.

Se puder, leia e assista 'O Paciente Inglês': ambos são bárbaros! Se não puder, o filme de Minghella consegue dar conta do recado: ele tem um conjunto harmonioso e reflete bem a obra de Ondaatje.


Comentários

  1. Esse filme é lindo, elencão hein? Não me lembrava do Colin Firth nesse filme, vou querer rever. Abs.

    ResponderExcluir
  2. Oi Fabio, pois é, o Colin é o apaixonado, ciumento - e fatal - marido de "K". Reveja mesmo, pois vale a pena. O filme é ótimo. Abração!!!

    ResponderExcluir
  3. Este filme está na lista dos meus 10 filmes favoritos! Quanta veracidade nas interpretações! Quanta verdade nos olhares dos atores! Quem não gostaria de viver um amor intenso assim? Nota 1000!!!

    ResponderExcluir
  4. Não consegui gostar desse filme, vim pra internet tentar entender o porque as pessoas gostam tanto. Ainda sem reposta.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Fale conosco

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"