"A Rede Social" - o filme, a internet e o Oscar

Fotos: divulgação

Sob a direção de David Fincher e baseado no livro "Bilionários por acaso", de Ben Mezrich, "A Rede Social" mostra a criação do facebook, focando em 2 fatos, pelos quais Marc Zuckerberg foi acionado judicialmente: (a) o uso da ideia alheia, dada por 3 outros alunos de Harvard; e, (b) o uso do dinheiro de um amigo como capital inicial, para depois excluí-lo da sociedade da qual era co-fundador. Ideia e dinheiro foram necessários para que Zuckerberg tirasse a criação do site da sua mente (aparentemente, o garoto só usava papel para desenhar) e transferisse para o mundo virtual.

Como amante do cinema, achei que o filme tenta amenizar os fatos acima através da presença carismática de Jesse Eisenberg, no papel principal: o efeito da sua interpretação foi tão bom que o jovem foi indicado ao Oscar de 2011! De acordo com o roteiro, Zuckerberg cria o site de relacionamentos depois de uma tentativa bem sucedida de fazer diversos colegas de Harvard ler em seu blog um texto em que fala mal da ex-namorada, e de fazê-los votar em 1 de 2 fotos em que deixa a garota numa situação delicada. Diga-se de passagem, a ideia só foi bem sucedida do ponto de vista comercial (atingiu o objetivo de audiência e participação inimagináveis para aquele garoto), mas Marc perdeu de uma vez por todas (ou até o fim do filme) a garota da sua vida o que, pela última cena do filme, deu para perceber que ele sentiu bastante.


A partir desse sucesso inicial, da ideia de criação de um site de relacionamentos para a comunidade de Harvard, feita por outros 3 alunos, e do patrocinio financeiro de um amigo de quarto, o brasileiro Eduardo Saverin (interpretado por Andrew Garfield), Marc coloca a sua criação no ar e estoura na comunidade universitária. Da noite para o dia, literalmente, ele passa do babaca que feriu a imagem da ex-namorada para o cara mais admirado do campus.


Mas, Marc queria mais. Neste momento, a entrada de Sean Parker (Justin Timberlake, perfeito no papel) é crucial.  Marc atrai investidores pesados, um público maior que 1.000.000 de usuários e dá um chute nos traseiros de Sean e de Eduardo. É a vida como ela é!


Como profissional da indústria da internet e usuária de blogs desde 2007 (quando retornei de meus estudos na Austrália e Nova Zelândia, e queria ter um espaço para comentar minhas impressões*), acho importante acompanhar o que existe de novo sobre o assunto, seja na forma de textos, de livros ou, melhor ainda, do cinema. Gostei muito do filme e vejo que, cada vez mais, os relacionamentos se intensificarão através do mundo virtual. É a internet ajudando a proximar pessoas que muitas vezes não possuem outra forma de se comunicar e de se ver (P.S: achei tocante a última cena, quando Marc só consegue chegar perto da sua ex e aliviar a saudade, através da foto dela no próprio facebook).

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"