Especial Audrey Hepburn: "Minha Bela Dama"

Créditos: divulgação Warner Bros.


Noite de ópera em Covent Garden. Espectadores bem-vestidos deixam a casa de espetáculos, onde assistiram Fausto, de Charles Gounod, e buscam abrigo contra uma chuva repentina no mercado local. Enquanto isso, uma mulher de rosto sujo e roupas grosseiras tenta vender-lhes flores, mas é ignorada por todos. Somente um homem presta atenção nela e faz anotações sobre o que ouve num pequeno caderno.

A mulher em questão é Eliza Doolittle (Audrey Hepburn), uma florista de falas rudes, típicas da classe operária inglesa. O homem que a observa é Henry Higgins (Rex Harrison), um mestre em Fonética que consegue identificar a procedência de qualquer pessoa somente por escutar a voz dela. Ao ser avisada de que está sendo observada, a vendedora começa a gritar de que é uma moça de respeito e pede que um dos senhores presentes, o Coronel Hugh Pickering (Wilfrid Hyde-White), ajude-a contra o intruso bisbilhoteiro.

Papo vai e papo vem (melhor dizer: música vai e música vem) e eis que Higgins confessa ao coronel de que seria capaz de, em seis meses, fazer aquela jovem de Lisson Grove falar como uma duquesa e conseguir um emprego melhor. Nesse momento, os dois homens descobrem que são do mesmo ramo profissional e que se admiram mutuamente. Higgins então convida o visitante ilustre para se hospedar em sua casa e conversarem sobre os dialetos indianos, a especialidade de Pickering.

Na manhã seguinte, vendedores de frutas, verduras e flores enchem o Covent Garden Market com suas mercadorias. Eliza está entre eles. Ao olhar as imponentes colunas que tanto caracterizam aquele local, ela lembra-se das palavras de Higgins e decide procurá-lo em sua residência no 27-A Wimpole Street. A florista quer que o professor lhe ensine como mudar o seu sotaque cockney para um inglês mais apropriado para conseguir um emprego numa floricultura e ganhar um salário decente. No início, Higgins não quer nem pensar no assunto, mas Pickering o desafia e uma aposta é feita: o coronel não acredita que, num espaço de seis meses, o professor conseguirá transformar Eliza numa dama da sociedade britânica para apresentá-la num baile da embaixada. Aposta aceita, as aulas começam.

O processo é longo e doloroso para Eliza, mas ela, finalmente, consegue falar direito. Quando isso acontece, a jovem celebra o momento cantando uma das músicas mais belas do filme: I Could Have Danced All Night.

Depois de testar as novas habilidades de Eliza no elegante Ascot Racecourt e dar mais uma polida tanto nas suas falas como em sua etiqueta, Higgins e Pickering levam-na ao baile da embaixada para apresentá-la à nata da sociedade europeia durante um evento da realeza. No local, todavia, encontra-se um ex-aluno de Higgins, Zolthan Karpathy (Theodore Bikel), que se tornou especialista em detectar impostores através de seus sotaques, representando um perigo de Eliza ser desmascarada. 

Será que nossa elegante heroína conseguirá passar-se por uma dama ou a sua origem humilde será revelada? Um filme com Audrey Hepburn no papel principal dispensa qualquer dúvida a respeito do sucesso dela num teste como esse. Você concorda comigo? 😉

"Minha Bela Dama" (My Fair Lady, 1964) teve direção de George Cukor e foi produzido pela Warner Bros.


👀 Curiosidades

My Fair Lady” é uma adaptação da peça teatral “Pigmalião” (1913), escrita por George Bernard Shaw. Em 1956, esse musical foi encenado nos palcos da Broadway; e, dois anos depois, no londrino Royal Drury Lane Theatre. Em ambas encenações, Julie Andrews interpretou Eliza Doolittle, e Rex Harrison deu vida a Henry Higgins (o mesmo papel que, em 1964, ele reprisou para o cinema).

Todos os lugares que aparecem neste filme (Convent Garden, rua e casa de Higgins, Ascot, entre outros) foram construídos nos estúdios californianos da Warner Bros, em Burbank, próximo de Los Angeles (anote: 3400 Warner Boulevard; metrô Universal Red Line e ônibus nº 155).

Saiba mais lendo o post Viajando com Audrey Hepburn - Londres

Confira também o vídeo no YouTube da première de "My Fair Lady" em Londres, na noite de 19 de janeiro de 1965, no Warner Theatre. Elegância total e presença até de membros da realeza: link


Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"