A Teoria de Tudo

Foto: Divulgação
Olha, eu acredito que a briga vai ser boa pela estatueta do Oscar de Melhor Ator deste ano! Tirar o prêmio das mãos de Eddie Redmayne vai dar muito trabalho!  

Assisti A Teoria de Tudo na sua estreia. Sala lotada e tela cheia com uma história de vida de  fazer muita gente -sem problemas físicos aparentes- ficar incomodada pela capacidade de superação de Stephen Hawking (interpretado, magistralmente, por Redmayne). O que o físico inglês sofreu (e continua sofrendo) com a parte física do seu corpo -afetado pela doença de esclerose lateral amiotrófica- ele compensou (e ainda compensa) com toda a sua dedicação intelectual para entender o tempo e a origem do universo. 

Só assistindo o filme dirigido por James Marsh para compreender o fascínio dessa trama (que mescla drama com momentos divertidos). De quebra, belas imagens da Universidade de Cambridge, em Cambridgeshire,  instituição datada de 1209 (!) e a segunda mais antiga da Inglaterra.  

O filme foi baseado na biografia da primeira esposa do físico, Jane Hawking, interpretada pela talentosa Felicity Jones (que concorre ao Oscar de Melhor Atriz. Cá entre nós, ela é a cara da Mel Lisboa!). Vá conferir e fazer as suas apostas para a grande noite de 22 de fevereiro. Eu já iniciei as minhas.

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"