As Confissões de Schmidt (About Schmidt)

Divulgação
Estou numa fase Alexander Payne! Primeiro, eu encantei-me com o trabalho dele em “Sideways – Entre umas e outras”, com Miles, Maya e companhia tomando muito vinho por cidades da Califórnia. Depois, fui fisgada pela história dele para o filme “Paris, Eu te amo”, aquela em que  uma americana comum passeia por Paris, descobrindo as ruas de Montparnasse. Como os dois filmes me afetaram intensamente, resolvi conhecer outros trabalhos de Payne (um diretor que parece entender perfeitamente o seu público).

Minha primeira escolha foi “As Confissões de Schmidt”, de 2002, com Jack Nicholson interpretando Warren Schmidt, um profissional que se vê, contra a vontade, aposentado e sem nenhum objetivo claro para sua vida dali em diante. Não bastasse a falta de rumo, a esposa de Schmidt morre poucos dias depois dele perder seu trabalho. Disposto a fazer alguma diferença no mundo, o aposentado toma duas decisões: começa a ajudar um garotinho africano (para quem ele precisa escrever sempre que manda dinheiro) e pega a estrada rumo a Nebraska, a fim de interferir no casamento da filha, por achar que ela escolheu o cara errado para marido.
Num trailer motorizado (um daqueles ônibus que os americanos transformam em casa para fazer viagens pelo país), Schmidt faz um tour pelo caminho e rumo ao seu passado. Ele visita o lugar onde existia a casa em que viveu a sua infância (e tem o dissabor de vê-la transformada numa loja), passa por alguns museus e parques e faz algumas amizades (e inimizades). Schmidt não é um tipo fácil, mas o talento e carisma de Nicholson nos faz torcer pelo personagem todo o tempo. No final, fiquei com uma vontade imensa de me enfiar num ônibus do mesmo modelo do de Schmidt e viajar pelas paisagens mais interessantes dos Estados Unidos.
Anote alguns endereços mostrados no filme, caso decida visitar a cidade de Omana, em Nebraska (Estado localizado bem no centro dos Estados Unidos):
  • a casa de Schmidt fica no número 5402 da Izard Street;
  • Perto dali está a igreja do casamento da filha dele, a Messian Lutheran Church, no 5105 da 80th Street;
  • E, o prédio da Woodmen Life Assurance, empresa para a qual Schmidt trabalhou, fica no 1700 da Farnan Street SW.
Uma curiosidade: Alexander Payne nasceu em Omana, em 10 de fevereiro de 1961. Entendeu a escolha do lugar? :-). Para saber mais sobre as locações deste filme ou de outros rodados em Nebraska, acesse NebraskaOnFilm e bom ‘cine’ tour para você!

Comentários

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"