"O Turista" numa Veneza Glamourosa

"O Turista" é um filme que combina mistério, espionagem, uma dupla hollywoodiana de arrasar, belissimas paisagens parisienses e venezianas e muito glamour!


Na trama, Elise (Anjelina Jolie, sofisticadíssima, como sempre!) é uma mulher misteriosa, que mantem um romance com um homem procurado pela polícia internacional e por bandidos. Num trem tomado na Gare de Lyon, em Paris, ela - propositalmente - aproxima-se de Frank (interpretado por um descabelado Johnny Deep), um professor de matemática viúvo, que segue de férias para Veneza. Nesta parte do filme, note a cena em que Elisa precisa passar da 1a para a 2a classe do trem: ela dá aquela respirada como quem diz "eu preciso fazer isso?". Muito divertida.


O professor ainda não sabe, mas ele é uma espécie de isca nas mãos de Elisa, que precisa convencer os policiais de que ele é o seu aguardado amante, Alexander Pierce. Para mantê-lo por perto, ela o convida a dividir a mesma suite do Hotel Danieli (sim, um dos mais luxuosos da Itália e do mundo!). Eles se hospedam na Suite de Doge, por onde, em outras épocas, passaram Marcel Proust e Honoré de Balzac. Neste ponto do filme, outra curiosidade: para as tomadas externas do hotel, a equipe de produção usou imagens do Palazzi Pisani Moretta, uma espetacular construção veneziana, que deu os ares de sofisticação que o diretor do filme desejava.


Entre uma perseguição e outra, principalmente, por bandidos russos que não estavam nos planos de Elisa, ela e Frank encontram-se no salão de baile, recriado no prédio da "Scuola Grande de Misericordia", onde ele a convida para dançar. O luxuoso ambiente faz qualquer mortal querer circular por ali e bailar uma valsa, pelo menos, uma vez na vida. Depois de tirar Frank do seu caminho, Elisa é abordada por um galanteador conde italiano, interpretado por Raoul Bova (o Marcelo de "Sob o sol da Toscana", o próximo post deste blog). O 'não' que ele recebe garante a diversão da cena.


Bem, para conhecer o final do filme, a recomendação é assisti-lo. Além de se divertir com uma produção que concorreu a 3 indicações ao Globo de Ouro (melhor ator, melhor atriz e melhor filme), você viajará pelos românticos canais e a impressionante arquitetura de Veneza, uma cidade que sempre instiga - e inspira! - diretores a usá-la em produções de cinema.

Bom filme e boa viagem!


Comentários

  1. Eu amo esse lugar! Eu retornarei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Veneza é linda. Tem um filme clássico chamado "Quando o coração floresce", de 1955, com Katharine Hepburn no papel de uma turista em Veneza que mostra o que esta cidade tem de mais bonito.

      Excluir

Postar um comentário

Fale conosco

CONFIRA TAMBÉM:

"Estômago", filme de primeira e locações em Curitiba

Sex and the City 2: Abu Dhabi x Marrakesh

221B Baker Street - o famoso endereço de Sherlock Holmes e Dr. Watson

Filme de viagem: "O Turista" no Hotel Danieli, em Veneza

Roma em "Comer, Rezar, Amar"

"007 - Cassino Royale" e as locações em Veneza

"O Código Da Vinci" em Paris e Londres

Verona e Siena em "Cartas para Julieta"